terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Parabéns AvóMágica 10-02-1920


“ As coisas vulgares que há na vida não deixam Saudades”

É dificil dissociar a minha avó da minha história pessoal. Ela está em todas as coisas que sou, penso e faço. Ela tem magia. É a pessoa que maior conhecimento me transmitiu apesar de só ter a 2ª classe. Sem ela eu seria incompleta. As minhas recordações mais deliciosas estão relaccionadas com ela. Felizmente deu-me sempre liberdade para ser igual a mim própria (mesmo que isso me custasse umas vassouradas) portanto aproveitei as centenas de oportunidades que tive para lhe mostrar o meu amor e gratidão. Éramos inseparáveis.
Nos últimos anos o Alzheimer roubou-lhe a memória, a energia e a autonomia. Às vezes reconhece-me. Preferia que não. Parte-me o coração quando a sinto chegar de outra parte da vida, ouvi-la dizer “É a Sóninha” e logo de seguida voltar para o mundo escuro e distante em que vive. Não quero que se lembre de mim. Eu lembro-me o suficiente pela duas.E Lembrar-me-ei sempre tal como ela se lembrou sempre da avó dela e me contou com o carinho de neta preferida, que também foi, as estórias que lhe ouviu.

Carambas marianita que lindo avental o teu
Mas que bem que ele te fica
Diz-me quem foi que te deu

Está fazendo mangação
Do avental que me deu minha tia
Se me pudesse roubar para vocemecê não o queria
Mas sim ia oferecê-lo à minha prima Maria

O namoro de tua prima foi só para tempo passar
Tenho estado sempre à espera que te acabes de criar
Como já estás mulherzinha já te posso perguntar

Meu pai não dá licença e minha mãe pode ralhar
Contudo, se nenhum deles deixar
Namoramos às escondidas
Onde a gente se encontrar


Tradição oral alentejana. Cantilena que uma das minhas trisavós contava à minha avó Maria Luísa Garrido.

3 comentários:

Anónimo disse...

Parabéns à Avó. Para uns com mais magia que outros, mas Parabéns na mesma. Afinal de contas acho que ela foi, e é, o melhor que pode com o pouco que lhe ensinaram.
Bj

Zaruquita-arte-e-criacoes disse...

Querida sobrinha,não sabia nem nunca tinha visto esta tua página tão linda e agora vinha aqui precisamente procurar a cantilena que ela te ensinou quando me deparei com esta página deliciosa.Obrigada querida,fizeste-me verter uma lágrimas de alegria por aquilo que escreveste,mas fiquei feliz com o que li.Adoro-te minha querida linda,desejo que estejas muito bem na tua vida.Que eu estou bem na medida possível,mas tranquila e livre de complicações.
Manda resposta por favor e muito obrigada por enviares este texto que eu faço questão de guardar.A avó continua na mesma,sem alterações,não fala quase nada,come e dorme e por vezes parece conhecer-me mas não diz nada e eu fico sem saber,mas está comigo,é a minha companhia,ainda o meu amparo,sem ela sentia muito maior a solidão.Está ali e sei que está comigo enquanto for possível e o destino decidir.Beijinhos da tia que te adora.

Zaruquita-arte-e-criacoes disse...

Minha querida sobrinha,nem imaginas como estou feliz de encontrar esta tua página,que encontrei por acaso quando procurava aquela lengalenga que costumavas dizer à avó,e encontrei precisamente aqui ao mesmo tempo que te encontrei,espero e desejo que esteja tudo bem contigo.
Comigo continua tudo igual,aqui com a avó que também continua na mesma,pouco fala mas come e dorme bem,é a minha companhia enquanto o destino quiser,os primos estão dois na Suiça,um em França,outro no Luxemburgo e o Paulo está cá no Cacém.Obrigada por mandares esta mensagem tão linda para a avó,se ela soubesse ficava muito feliz.Beijinhos querida sobrinha,da tia que te adora e tem imensas saudades tuas.